Turismo pós-pandemia: como será o futuro das viagens?

É difícil pensar em algum setor da economia brasileira (e mundial) que não sofreu impactos desde que foi descoberta a Covid-19, sejam eles positivos ou negativos. Quando falamos sobre viagens, é certo que teremos grandes mudanças comportamentais no turismo pós-pandemia.

Para tentar prever como será o comportamento do consumidor durante sua tomada de decisão ao planejar uma viagem, a Booking.com realizou uma pesquisa com mais de 20.000 adultos de 28 países ao redor do mundo. Todos eles viajaram a negócios ou lazer entre julho de 2019 e julho de 2020.

Quer saber qual foi o resultado? Continue sua leitura!

O que podemos esperar do turismo pós-pandemia?

A análise da Booking.com mostra que os turistas estarão mais propensos a visitarem locais que ofereçam segurança. A preferência será por viagens domésticas, ou seja, destinos que sejam perto de casa.

Além disso, o isolamento social também criou uma cultura de maior valorização do contato e preservação da natureza. A pesquisa aponta que as pessoas estão mais dispostas a escolherem lugares mais sustentáveis para visitarem, que tenham uma preocupação genuína com questões socioambientais.

Outra importante mudança de comportamento do consumidor é a predileção por viagens que possam combinar trabalho e lazer. Afinal de contas, o trabalho remoto é uma realidade que foi bastante acelerada pela pandemia e, pelo jeito, veio para ficar em muitas profissões.

Portanto, o turismo pós-pandemia será pautado não só pelo preço das viagens, mas pelo seu valor.

Como o turista enxergará valor nas viagens pós-pandemia?

Há uma grande demanda reprimida por viagens desde que o isolamento social passou a fazer parte das nossas vidas. Para você ter uma ideia, segundo o levantamento da Booking.com, 86% dos brasileiros dizem que darão ainda mais valor para suas viagens quando a pandemia terminar.

Cerca de 6 em cada 10 pessoas afirmam que querem viajar com mais frequência no futuro, de modo a compensarem todo o tempo que não puderam visitar novos lugares.

O principal motivo para as viagens pós-pandemia será a comemoração de datas especiais, como aniversários, que passaram batidas durante o confinamento. O reagendamento de viagens canceladas vem em segundo lugar na lista de razões pelas quais as pessoas viajarão daqui para frente.

É claro que a crise financeira decorrente da interrupção intermitente de diversas atividades comerciais fará com que os turistas procurem por promoções e descontos. É o que afirma 78% dos entrevistados da pesquisa.

Entretanto, o valor que os hóspedes buscam vai além do preço. A tomada de decisão do cliente levará em conta a política de reembolso em caso de cancelamento (36%) e a flexibilidade do estabelecimento no tocante às remarcações sem taxas extras (40%).

O que o turista passou a esperar da segurança e limpeza depois da Covid-19?

É quase uma unanimidade entre os turistas brasileiros a questão da segurança e da limpeza na hora de escolher para onde viajar. Isso porque 91% dos entrevistados declaram estarem preocupados com a adaptação das atrações turísticas e hospedagens para a realidade da pandemia.

Mais da metade (52%) alegam que evitarão alguns destinos e 81% reiteram que só farão reservas em hotéis e pousadas que forem totalmente transparentes na comunicação de todas as medidas de saúde e higiene implantadas.

Pensando no cuidado de clientes, colaboradores e fornecedores, o Ilha de Toque Toque Boutique Hotel & SPA atende a todos os protocolos básicos, específicos, essenciais e transversais chancelados pela Anvisa.

Somos um hotel certificado com o selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo. Confira em nosso site todos os protocolos de higiene e segurança adotados por aqui!