Viagens pós-coronavírus: como ficam?

Em tempos de pandemia, é inegável que a Covid-19 vem mudando nossa rotina de uma forma que poucos poderiam imaginar. As consequências no mercado do turismo são amplas e jamais vistas, resultando em um “novo normal” no jeito de operar. A principal dúvida de quem ama conhecer novos lugares – e sempre retornar para destinos especiais – é como serão as viagens pós-coronavírus?

Se tudo está ficando diferente, com certeza tirar férias ou fazer uma viagem curta aos finais de semana e feriados demandará novos hábitos, tanto em relação a padrões de higiene mais rigorosos, como também novos costumes, com ênfase para as viagens locais.

Quer saber mais sobre o novo jeito de viajar? Continue sua leitura!

O senso de coletividade aumentará

Os prejuízos para a indústria do turismo gerados pela pandemia do coronavírus, desde que a orientação da Organização Mundial da Saúde é de isolamento social, já somam bilhões de dólares.

Isso despertou um senso de coletividade em grande parte dos viajantes, que passaram a enxergar com outros olhos a responsabilidade da atividade de turismo para a saúde econômica de cidades e países inteiros.

Por essa razão, os estabelecimentos que humanizarem seu atendimento e demonstrarem sua preocupação como o bem-estar da comunidade local tendem a serem escolhidos pelos clientes.

Viagens domésticas serão mais frequentes

Ainda não sabemos quais serão os protocolos utilizados para as viagens internacionais pós-coronavírus, mas é fato que existirá uma certa burocracia sanitária para sair do seu país e entrar em outro. Inclusive, fala-se até na criação de um “passaporte biológico”.

Afinal de contas, nenhuma nação quer colocar em risco uma nova onda de contágio quando a Covid-19 estiver sob controle. E, no momento, a realidade é que ainda é incerta quando se dará a liberação das fronteiras internacionais.

Portanto, a tendência é que os turistas passem a priorizar as viagens rodoviárias dentro do seu próprio país, principalmente para destinos próximos à cidade onde residem. Durante a fase de reabertura gradual da economia, esse comportamento será ainda mais forte, já que ninguém quer correr o risco de ficar muito longe de casa.

 

Os turistas buscarão contato com a natureza

Quando o isolamento social for flexibilizado, os destinos nacionais que estarão mais em alta são aqueles que oferecem experiências perto da natureza.

Isso porque depois de tanto tempo em confinamento, os viajantes estarão contando os dias para seu próximo banho de mar, para ver um pôr do sol na praia ou para caminhar em meio à Mata Atlântica.

Ou seja, empresas que praticam os conceitos do Ecoturismo sairão na frente para serem escolhidas pelos turistas em suas viagens pós-coronavírus.

Nós do Ilha de Toque Toque acreditamos que os luxos não-urbanos são os verdadeiros responsáveis pela criação de experiências únicas e inesquecíveis aos nossos hóspedes.

Nossas 14 suítes e toda a área comum do Boutique Hotel é integrada à paisagem e à vegetação nativa, para que você se sinta parte dessa natureza linda. Temos um estilo despojado, sem ostentação. Tudo com muito conforto e hospitalidade.

Um hotel romântico só para casais é o lugar perfeito para você renovar suas energias longe dos grandes centros urbanos. Aqui, você viverá um novo conceito de luxo!

Fique em casa, mas não deixe de sonhar. Aproveite nossas promoções especiais para planejar a sua próxima viagem!